quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Só um pensamento


" Essa mania das pessoas de rotularem tudo, não dá. Temem a morte temem a escuridão, não conseguem enxergar poesia nas coisas simples e menos ainda nos mistérios da vida. Pra esse tipo de gente de mente pequena, ser gótico, ser roqueiro, ser pagão....tudo é motivo de assombro.
Tão antiga quanto a própria humanidade é o desejo do homem de aproximar-se do divino...e sem equilíbrio entre as forças do bem e do mal, entre a luz que cega e as sombras que acolhem, absolutamente NADA existiria.
Seria muito bom compreender que a tolerância se faz cada vez mais necessária, de ambas as partes. Ninguém é igual, ninguém pensa igual e é uma boa época pra levarmos isso em consideração e deixarmos que cada um encontre seu caminho e sua felicidade.
Se você acha que vou fazer um manual de como ser gótica,ou bruxa, esqueça. Aqui é só um lugar onde posso compartilhar meu estilo com outros que sintam-se à vontade no meu mundo. Bem vindos"

E leiam o recadinho do Drácula aí em cima: o amor nunca morre.

2 comentários:

  1. Na verdade, a epígrafe é mais antiga que o romance de Bram Stroker. Essa é uma frase que é encontrada na Bíblia, em algum dos apostolos, que não me recordo no momento. Mais é uma frase muito legal, e ela é descrita para descrever o amor materno...

    ResponderExcluir
  2. Eu não estava creditando a frase ao romance...menos ainda ao Conde em pessoa rsrs mas valeu pela dica Julio^^ e bem vindo ao nosso blog!

    ResponderExcluir